Design para exposição fotográfica – Museu da Cidade

  • Estratégia para evento
  • Design Gráfico
  • Ilustração
  • Vitrinismo/instalação
  • Print

O Museu da Cidade de Aveiro celebrou o amor de António Campos Graça pela Veneza de Portugal, através de uma exposição fotográfica. Mais do que isso dá a conhecer:

O Homem. Aveiro, a Cidade que amou.

A lente que captou a paixão.

A obra fotográfica.

Os documentos/registos que a Câmara Municipal de Aveiro arquivou.

Desenhamos e idealizamos toda a parte gráfica da exposição, inspirados na obra de António Campos Graça (pai) que o seu filho, também António Campos Graça reuniu. Não só nos inspiramos na pessoa mas também na sua visão e amor pela cidade de Aveiro. Na imagem base desta exposição que divulga a obra e espólio do fotógrafo amador, utilizamos a metáfora gráfica de um olhar que descobre, regista e revela a cidade de Aveiro. As formas retangulares representam a disposição geográfica da cidade e das suas características salinas que se dividem em formas semelhantes, enquanto que o círculo que corta essas formas representa o olhar do próprio fotógrafo, da pessoa, do aveirense…

Utilizamos obviamente fotografias do autor para complementar esta ideia e adornar a composição, essencial também para alguma contextualização do estilo e conteúdo da exposição.As cores utilizadas inspiram-se nos tons clássicos da fotografia (preto&branco e sépia). Estes tons são completados por um laranja/acobreado, um tom quente para equilibrar a composição e, sendo o cobre um tom metalizado, dá uma certa distinção sem ser demasiado elegante ou elitista como são a prata ou o ouro.

A exposição teve abertura ao público no dia 7 de maio e encerra no dia 4 de Setembro, por isso mesmo ainda vai a tempo de presenciar o amor a Aveiro por parte de António Campos Graça, que o Museu da Cidade expõem e perpetua.

Obrigada pelo vosso tempo! 😁